Resenha : Cidade das Cinzas (Cassandra Clare)

 Autor: Cassandra Clare
 Páginas: 404
 Editora: Galera Record
 Compare e Compre: Buscape & Broto Cultural
Sinopse: Clary Fray só queria que sua vida voltasse ao normal. Mas o que é “normal” quando você é uma Caçadora de Sombras assassina de demônios, sua mãe está em um coma magicamente induzido e você de repente descobre que criaturas como lobisomens, vampiros e fadas realmente existem? Se Clary deixasse o mundo dos Caçadores de Sombras para trás, isso significaria mais tempo com o melhor amigo, Simon, que está se tornando mais do que só isso. Mas o mundo dos Caçadores não está disposto a abrir mão de Clary — especialmente o belo e irritante Jace, que por acaso ela descobriu ser seu irmão. E a única chance de salvar a mãe dos dois parece ser encontrar o perverso ex-Caçador de Sombras Valentim, que com certeza é louco, mau... e também o pai de Clary e Jace.
Para complicar ainda mais, alguém na cidade de Nova York está matando jovens do Submundo. Será que Valentim está por trás dessas mortes? E se sim, qual é o seu objetivo? Quando o segundo dos Instrumentos Mortais, a Espada da Alma, é roubada, a aterrorizante Inquisidora chega ao Instituto para investigar — e suas suspeitas caem diretamente sobre Jace. Como Clary pode impedir os planos malignos de Valentim se Jace está disposto a trair tudo aquilo em que acredita para ajudar o pai?
Nessa sequência de tirar o fôlego da série Os Instrumentos Mortais, Cassandra Clare atrai os leitores de volta para o lado mais obscuro do submundo de Nova York, onde amar nunca é seguro e o poder se torna a mais mortal das tentações.

Cidade das Cinzas é o segundo livro da série Instrumentos Mortais da Cassandra Clare. Para compensar vocês, depois de uma resenha triste do primeiro livro - que eu fiz correndo porque tinha esquecido e era dia do lançamento do filme, vou tentar fazer uma resenha melhor, explicando direitinho o que se passa no livro.

No universo criado pela Cassie Clare, temos os seres (humanos ou não) divididos em : Humanos comuns, pessoas que acham que vampiros, lobisomens e outros seres são só criaturas das histórias de terror; os membros do submundo, feiticeiros, vampiros, lobisomens, fadas (...); os demônios  e os nefilins(shadowhunters) que são os protetores dos humanos, possuem maior agilidade e força pelo fato de terem sangue de anjo correndo nos veias. 
Mas quando você não consegue falar a verdade para as pessoas com quem mais se importa no mundo, eventualmente deixa de conseguir dizer a verdade para si mesmo.
Quando Anjo Raziel criou os nefilins, deu 3 objetos : um cálice, um espelho e uma espada, e com esses 3 instrumentos, chamados Instrumentos Mortais, uma pessoa pode convocá-lo novamente e lhe fazer um pedido. Além disso, o cálice mortal tem o poder de transformar um humano em nefilim. Por esses motivos, Valentim é psicopata em relação a esses instrumentos e faz de tudo para conseguir juntá-los. Ele acredita que pode resolver o problema da falta de shadowhunters, de criar vários deles, de ter mais poder e de aniquilar todos os membros do submundo, seres que ele odeia. A questão é que os Shadowhunters e os Membros do Submundo fizeram um trato, no qual não podem sair atacando uns aos outros sem motivos. Os verdadeiros inimigos são os demônios e não os membros do submundo.

Todo mundo faz escolhas, e ninguém tem o direito de tirar de nós. Nem mesmopor amor. - Mas a questão é essa - disse Clary - Quando você ama alguém não tem escolha. [… ] O amor nos tira escolhas.”
No primeiro livro da série, Cidade dos Ossos, Clary descobre que não é uma humana qualquer. Sua mãe a escondeu dos Shadowhunters durante toda sua vida, para poder protegê-la. Não só deles, na verdade o maior motivo é o seu pai, e o fato dela ter escondido o Cálice Mortal. Após ir em uma boate e testemunhar o que jura ter sido um assassinato, Clary passa a vê um loiro bonitão em todos os lugares. O mesmo loiro que ela jura ser o assassino do crime que viu. No meio de toda essa confusão em sua cabeça, sua mãe é sequestrada e então ela descobre, com ajuda do loiro bonitão chamado Jace, que todo sua vida não passou de uma grande mentira.



A PARTIR DE AGORA A RESENHA TERÁ SPOILERS DO LIVRO 1 - CIDADE DOS OSSOS.

Cidade das cinzas é o livro que nos faz pisar um pouco no freio, algo do tipo : Calma, vamos respirar, é muita informação, vamos refletir sobre? Em cidade dos ossos somos apresentados a um universo bem complexo, cheios de seres, instrumentos, regras, vilões, memórias perdidas, histórias e ... CALMA! Acho que é um dos livros com menos ação da série, porque os próprios personagens precisam refletir sobre tudo que aconteceu na vida deles. A mudança mais forte de todas ocorreu na vida da Clary, em pouco tempo descobriu que não era normal, quem era seu pai, que seu pai era um vilão e ... que no final de tudo ele acabou fugindo com o que queria. Jace, nunca se apaixonou por ninguém e quando seu coração resolve dar sinal de vida a garota é sua irmã. Já toda sociedade Shadowhunter está desesperada porque o maior Vilão da história deles, a pessoa que julgava estar morta, está viva e ainda por cima com um instrumento poderoso em mãos. E é nesse ambiente nada enlouquecido, que se inicia o segundo livro da série.
Quando você realmente ama alguma coisa, nunca tente conservá-la do mesmo jeito para sempre. Precisa deixá-la livre para mudar.
Diferente do primeiro livro, que é narrado sob o ponto de vista da Clary, esse segundo é narrado sob vários, nos mostrando coisas importantes que estão ocorrendo em todos os ambientes. Além de estar com o coração destruído e descobrir que seu pai é o homem que todo mundo odeia, Jace tem outros problemas. Ter sido criado por Valentim faz com que todo mundo desconfie dele, inclusive as pessoas que o criaram, depois de ter ficado sozinho no mundo. A conclave (tipo o governo dos shadowhunters) também desconfia dele, e tudo piora porque Valentim está em ação e coisas suspeitas andam acontecendo. Jace reage a isso sendo Jace, simplesmente sai do instituto e utiliza toda sua arrogância para administrar a situação. Com seu jeito adorável de ser, são poucos os que acreditam nele e a única coisa que pode provar sua inocência é a espada da alma, que foi roubada por Valentim. Porque a espada resolveria? Porque diante dela nenhum caçador de sombras pode mentir. Diante dessa situação, nossos amados personagens já conhecidos e uns novos que aparecem, se voltam para capturar Valentim e provar a inocência de Jace.


Não quero ser homem, quero ser movido á angustia adolescente, sem conseguir confrontar os próprios demônios internos e descontando tudo verbalmente nos outros.
Cidade das Cinzas é o inicio da parte sombria da série, o primeiro livro apesar de ter o sequestro da mãe da Clary e todas as dúvidas a respeito da volta do Valentim, ainda é engraçadinho e bonitinho com toda situação JacexClary, já na continuação as coisas já começam em uma situação bem séria e que cada vez fica pior. Admito que eu odiei (muito) o relacionamento da Clary e do Simon logo no inicio, porque parecia que ela estava usando ele para superar toda situação de ser irmã do Jace e isso foi um drama meio desnecessário de ser acrescentado. Mas, esse drama deu origem a uma das cenas mais bonitinhas desse segundo livro.

Como eu já falei mais do que devia eu não vou prolongar muito a minha opinião sobre o livro, mas posso dizer a vocês que foi muito melhor do que o primeiro. Tivemos uma maior participação dos outros personagens e algumas surpresas, foi nesse livro também que Jace começou a me irritar, achei desnecessária a arrogância dele em algumas partes, mesmo eu gostando de personagens assim. Outra coisa que vale ressaltar é a narrativa da Cassandra Clare, que melhorou bastante.

Eu sou fã de carteirinha da Cassie, e admito que sou suspeita para falar sobre esses livros. Mas arrisco a dizer que dificilmente um amante de fantasia não vai gostar desses livros. Tirando uns errinhos de continuação da Cassie aqui e outro ali, a história é sensacional e sem dúvida vale a pena ser lida.

A dor só é o que você permite que ela seja.
PS: Se não começou a ler ainda espere o lançamento do sexto livro porque, vai por mim, está sendo uma tortura esperar.

 Minha Avaliação: 5/5 ♥ 
 Média do Skoob: 4.5/5

9 comentários:

  1. Oi Paula! Eu adoro Jace, e nem me importo com seu jeito de ser, senti falta desta sua arrogância na adaptação cinematográfica, o Jace do filme era muito bonzinho. Esta série é minha favorita, a cada livro a história fica ainda melhor e a autora esbanja criatividade.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  2. Oi! Só li o primeiro livro e amei, mas já vou ler o segundo em breve, porque já comprei ele e o terceiro juntos, estou bem ansiosa. Mas quando eu comprei os livros, comecei a folhear algumas paginas e acabei vendo spoilers :( buá.
    Amei sua resenha!
    livros-e-nutella.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Vou confessar que só passei o olho pela resenha, não quero pegar spoiler (tenho pavor disto). Quero muito ler a série, está na minha listinha mas quero achar todos com a holografia na capa!

    Beijos.
    Meu jardim Secreto
    Facebook | Twitter | Instagram

    ResponderExcluir
  4. Hey amiga!

    Ai, como amo essa série. Tô pensando até em aproveitar as férias pra reler todos haha. Cidade das cinzas é bem paradinho mesmo, mas eu amei pelo desenvolvimento dos personagens e tal. Também odiei o relacionamento da Clary e do Simon, porque amo o Simon demais da conta e odiei que ela o estivesse usando dessa forma. Agora prepare-se para Cidade de vidro, é de longe o melhor de todos (ao menos pra mim né).

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Estou louca para ler!
    é o próximo que eu vou devorar. Não gostei tanto do primeiro mas todo mundo fala tão bem da série que já quero ler o segundo
    Adorei a resenha
    Beijos
    leitoraemlondres.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Acho mesmo que vou esperar o lançamento do sexto livro pra decidir se leio ou não. Mas ótima resenha, continua me deixando curiosa.

    Abraço!
    http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu li esse livro emprestado e gostei, muitas partes que deixam a gente sem folego. Ainda não tive a chance de ler a continuação, mais quero ler logo.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Tenho muito interesse em ler essa série, sua resenha me instigou a procurá-lo mais rápido e tirar minhas próprias conclusões!
    Adorei!
    Beijos :*
    http://maetoescrevendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Página Anterior Próxima Página Home