Resenha: Anjo Mecânico (Cassandra Clare)


 Autor: Cassie Clare
 Páginas:  387
 Editora: Galera Record
 Minha Avaliação: 5/5  ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
 Média do Skoob: 4.6/5
 Compare&Compre: aqui  


Sinopse: Anjo mecânico apresenta o mundo que deu origem à série Os Instrumentos Mortais, sucesso de Cassandra Claire. Nesse primeiro volume, que se passa na Londres vitoriana, a protagonista Tessa Gray conhece o mundo dos Caçadores de Sombras quando precisa se mudar de Nova York para a Inglaterra depois da morte da tia. Quando chega para encontrar o irmão Nathaniel, seu único parente vivo, ela descobrirá que é dona de um poder que capaz de despertar uma guerra mortal entre os Nephilim e as máquinas do Magistrado, o novo comandante das forças do submundo.

Eu ia fazer a resenha de O chamado do Cuco, de vocês sabem quem, hoje. Só que. Eu não consegui terminar de ler o livro ainda, faltam umas 120 páginas e como foi um dia super cansativo, resolvi vir aqui relaxar, por os comentários em dia e fazer uma resenha super amorzinho, da minha autora preferida do gênero Young Adult, desde J.K Rowling. Princesa Mecânica, terceiro livro da trilogia iniciada em Anjo Mecânico é lançado esse mês, dia 21 se não me engano, e como eu não havia resenhado nenhum livro da trilogia aqui ainda, resolvi resenhar os dois primeiros. A resenha de Príncipe Mecânico vai sair depois de O Chamado do Cuco ;)


Cassie , diva maravilhosa, Clare nos apresenta 4 dos meus personagens preferidos dos livros já lançados por ela. Um, eu já conhecia de outros carnavais "purpurinados", que é meu preferido de todos Magnus Bane. Por sinal, foi por causa desse personagem (ou melhor do Godfrey Gao) que eu comecei a ler Instrumentos Mortais. Mas bem, o foco da história não é no Magnus e sim na Tessa, no Will e no Jem que nos proporcionam o triangulo amoroso mas doce, mais amável e mais torturante de toda a história desse clichê que é o mais épico dos romances. ( Que eu por sinal costumo odiar OU sempre ter um preferido).
Sempre se deve ter cuidado com os livros - disse ela - , e com o que está dentro deles, pois a palavra tem o poder de nos transformar. 
Tessa é uma jovem que passou por muita coisa complicada na vida. Depois de ficar sozinha, de não restar mais nenhum parente com quem podia viver nos Estados Unidos, ela vai para Londres com a expectativa de encontrar o irmão, que é a única pessoa que lhe restou. Só que a realidade dela ao chegar na cidade é completamente diferente do esperado, não é o irmão que a espera e sim as irmãs sombrias, que são mulheres que vão forçar a Tessa a usar algo que nem ela sabia que tinha. Eu não vou falar como, mas no meio disso tudo Tessa conhece o Will e vai parar no instituto de caçadores de sombras de Londres.


Como sei que nem todo mundo conhece a série, vou explicar bem superficialmente o que são os caçadores de sombras, instituto e alguns detalhes que são fundamentais para entender a história. Caçadores de sombras, são nefilins. Eles tem sangue de anjo correndo nas veias, e isso proporciona a eles a capacidade de lutar contra seres "malignos". Esses seres malignos são geralmente demônios, que são a verdadeira obrigação dos caçadores de sombras. Mas também tem vampiros, lobisomens, feiticeiros, etc que saem da linha as vezes e assim precisam ser barrados, esses seres são chamados de Seres do Submundo. Resumindo: A função deles é proteger os seres humanos. Nisso eles tem institutos espalhados por todo mundo, que são lugares para aprenderem coisas, que são refugio para Caçadores de Sombras viajantes, desabrigados ou que simplesmente preferem viver em um instituto. 

Will é um caçador de sombras. Um dos melhores. Ele, no primeiro livro, se mostra uma pessoa arrogante, irritante... e em alguns momentos sem coração. O lindo Will, convencido. A única pessoa por quem o Will, demonstra sensibilidade e amor é o seu melhor amigo Jem, perfeito e maravilhoso Jem. Eu costumo odiar, odiar personagens doces e bonzinhos. Mas o Jem me conquistou de uma forma tão grande, que se eu fosse escolher um personagem para viver ao meu lado o resto da vida da Cassandra Clare, sem dúvida seria ele. Acontece que Jem tem um grande segredo, e quando ele é revelado parte não só o coração da Tessa, que agora vive no instituto, como o meu. Que por sinal está destruído até hoje.
Quando você encontrar um homem com quem deseja se casar, Tessa, lembre-se: Você saberá o tipo de homem que ele é não pelas coisas que ele diz, mas pelas coisas que faz.
Juntos esses três formam o triangulo amoroso mais lindo de todas as histórias. Ah, Paula. Você ta focando muito no romance, e a história ? E os vilões? Não tem? Tem, claro que tem! Além de tentarem descobrir o motivo pelo qual as Irmãs Sombrias se interessaram tanto na Tessa, o que é a Tessa, eles ainda vão ter de enfrentar o novo comandante do submundo. Um homem muito poderoso. Mas, pela primeira vez em toda minha história de leitora, o romance me cativou mais do que tudo. Não é aquela briga, aquela criação de inimizade para ver quem vai conquistar a "gatinha" . Jem e Will são como irmãos, e a diferença que isso faz. A carga emocional que isso trás é fascinante.
É grandioso tanto amar quanto ser amado. O amor não é algo que possa ser desperdiçado.
Vou começar minha opinião sobre a trilogia dizendo que acho extremamente superior a Instrumentos Mortais. Acho os personagens mais cativantes, todo o drama vivido pelos personagens é mais forte. Os motivos por eles serem como são, sempre é explicado. Ah, claro, quem conhece o Jace sabe que ele tem um histórico familiar complicado mas, apesar de amar o personagem, não acho que o jeito arrogante (e sexy) dele tenha um motivo. Já o Will... Ah! Pobre Will, mas isso é história para a próxima resenha.


A questão de ser em uma Londres Vitoriana já conta 10 pontos positivos (como diz a Fernanda do Vícios em três), soma-se isso a personagens super amáveis ( não só o triozinho do triangulo, como todos os outros secundários que vocês terão o prazer de conhecer lendo), a um romance forte e emocionante e a uma leitura super gostosa, proporcionada por uma escrita bem detalhista e bem feita e os pontos acumulados se tornam infinitos. 

Odiada lombada dançante.
É uma história para quem gosta de romance, para quem gosta de suspense (porque deixa te deixa muito curioso) e para quem acima de tudo, gosta de fantasia! Super recomendo, e ainda tem a questão das capas serem lindas e da edição da galera record ser bem feita ( tirando as lombadas dançantes), fazendo valer a pena ter o livro na estante!
Se ninguém no mundo inteiro se preocupa com você, você realmente existe?
PS: Eu vou deixar para contar mais sobre a história da coisa na Resenha de Príncipe Mecânico, pensando em quem não leu. Tem muita coisa que quando eu li fiquei, oh! Sériooooo?? :OOOO! E quero que vocês tenham a mesma reação, caso decidam ler! E quem já leu e ama, surte comigo porque esse mês tem Princesa Mecânica!!!!








16 comentários:

  1. E eu que ainda não li nada da Cassandra Clare?
    Me sinto tão perdida por causa disso, sabia? Mas tudo bem, uma hora ou outra eu vou acabar lendo. :)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina...
      só me diga uma coisa...
      COMO? huahuahuaha Como assim não leu nada da Cassie? :O
      Pegue instrumentos mortais now! hahaha

      Excluir
  2. Oi Paula,
    Confesso que tbm nunca li nada da Cassandra Clare.
    Elogios sobre as obras da autora não faltam, mas no momento não tenho animo para começar mais uma série de fantasia.
    Abraço,
    Alê
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alexandre, corra que essa fantasia vale a pena!

      Excluir
  3. Londres Vitoriana <333 (com certeza, + muitos pontos positivos pro livro kkkkkkk)
    Eu to doida pra ler Príncipe Mecânico, mas como eu parei no segundo de TMI, ainda não pude começar ele :/ Não sei se isso importa muito, mas me lembro que quando a Thata me indicou, falou pra eu ler depois do terceiro de TMI, então to esperando! rs

    Beijos :*
    http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom ler os livros da Cassie na ordem de lançamento, acho que é lá pra depois de cidade de vidro mesmo!!
      Mas é só uma questão de ser legal, na história não interfere em nada... só um detalhezinho aqui e ali mas no geral, não vejo problemas. Eu não li na ordem de lançamento!

      Excluir
  4. Menina, fiquei ainda mais curiosa pra ler esse livro. Eu comprei Cidade dos ossos e Cidade das Cinzas. Espero começar minha leitura da série em breve.
    Amei a resenha, atiçou ainda mais minha curiosidade. :D

    http://luadesangue1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ainda quero comprar a série toda e ler numa sentada!!!!

    Beijo, Van - Blog do Balaio
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/2013/11/sorteio-de-uma-filmadoracamera.html

    ResponderExcluir
  6. Paula,
    Essa capa não é linda? É o primeiro livro que eu vejo com uma capa assim.
    Eu preciso ler primeiro a coleção Instrumentos Mortais, ou posso ler direto essa triologia? Eu amei, eu gosto de tudo o que falou: romance, suspense, livros épicos...
    Ah, mas um para a lista!!!
    Beijinhos.
    Cila- leitora Voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oie :)

    Até hoje o único livro que li da Cassandra foi Cidade das Cinzas e não achei tão incrível assim. Acho que lerei Anjo Mecânico só no final do ano que vem. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu queria ler essa série, mas não sábia que tinha relação com instrumentos mortais. Isso me deu uma certa preguiça. :/

    Abraço!
    http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabi você pode ler peças infernais sem ler instrumentos mortais a vontadee!!!

      Excluir
  9. Olá,
    Eu ainda não li nenhum livro da autora. Tenho vontade de ler as duas séries dela.
    bjs

    http://entrepaginasesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Flor, amei sua resenha e não tem como não falar no romance mesmo. Mas olha, posso ser sincera: Sou 100% Jem, sem um pingo de dúvida. Não gostei do Will nesse livro, No segundo ele ainda ganhou minha simpatia, mas continuo sem realmente gostar dele. E no fim da trilogia ele me irritou, simplesment. Já o Jem... Ai, o Jem! <3 <3 <3

    Enfim, eu amo essa trilogia ainda mais que Intrumentos Mortais. Cassandra arrasa!

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente eu A M O o Jem também. AMO, se fosse escolher um para mim seria ele sem dúvida alguma! HUAHUAHUAHUAHAUHA
      Acontece que para a Tessa eu não sei... Acho que prefiro o Will! É tão épico os dois juntos, tão <3 HUHAUHA Mas prefiro mesmo Jem + Will
      Amizade deles é a coisa mais linda de todas!

      Excluir
  11. Oi, haha adorei a resenha! Quero muito ler o livro, aliás estou muito ansioso para terminar de ler a coleção Instrumentos Mortais! Muito legal, mal posso esperar pelo dia em que enfim lerei-o!
    Até mais!
    http://cantinhos2livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Página Anterior Próxima Página Home